10/11/2017 - Fespesp
Por Marianna Oliveira

Centrais sindicais lotam a Praça da Sé em mais uma mobilização

Marianna Oliveira

A Praça da Sé, região central da capital paulista, ficou cheia tanto quanto na década de 60, das “Diretas Já”. Trabalhadores da área privada, servidores públicos e entidades representativas estiveram reunidas nesta sexta-feira, 10 de novembro, para mais uma mobilização organizada pelas centrais sindicais. 

Lideranças associativas discursaram contra os projetos que estão em tramitação no Congresso Nacional, como a PEC 287 da Reforma da Previdência, e na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, exemplo do PL 920/2017 enviado pelo Governador, Geraldo Alckmin. A indignação com deputados federais, senadores e com o presidente Michel Temer também foram pautas da manifestação. 

José Gozze na condição de vice-presidente da Pública, subiu ao caminhão junto as outras centrais e ressaltou a relevância da união dos servidores. “A Pública parabeniza todas as centrais, só unindo todos os trabalhadores, associações, sindicatos e federações, é que vamos mudar o Brasil!”, frisou. 

Ainda em seu discurso, Gozze lembrou que a luta não é só pelos projetos que querem aprovar, mas pelo os que já estão em vigor, como é o caso da Reforma Trabalhista e a Terceirização. 

No período da tarde as centrais voltam a se encontrar, mas dessa vez, em frente ao Palácio dos Bandeirantes. O ato será exclusivamente contra o Projeto de Lei 920, que congela os gastos públicos estaduais por 5 anos.




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - TJSP nega reunião com as entidades
2 - Entidades presentes em mais uma quarta-feira de luta
3 - Fespesp permanece na pressão ao TJSP
4 - Cidadania & Serviço Público chega à edição número 1000
5 - CCM discute contradições no Projeto de Autarquia do Iamspe
6 - José Gozze e Julio Bonafonte entregam manifesto a deputados em Brasília
7 - Fórum pela Saúde discute Projeto de Autarquia do Iamspe
8 - AECOESP participa do programa número 1000 da Fespesp

.... mais notícias